PESQUISAR 
Blog do PHT
0

Blog do PHT: Carlos Nelson recebe R$ 15 mil de aposentadoria parlamentar

Blog do PHT: Carlos Nelson recebe R$ 15 mil de aposentadoria parlamentar

Por Paulo Henrique Tenorio

Em janeiro de 2005, dias após tomar posse como prefeito de Mogi Mirim, Carlos Nelson teve um piti digno de manchete – e realmente foi. Durante entrevista no gabinete do Paço Municipal, ao ser questionado pelo jornalista Odil Augusto David, de O Impacto, sobre o que recebia de aposentadoria parlamentar, o recém-chegado ao posto de chefe do Executivo teve um ataque de fúria.

Ofendeu o jornalista, o jornal e quem estivesse à sua frente. Referiu-se ao jornal e ao jornalista como “bostas”. Gritou, faltou com dedo em riste e não respondeu à pergunta, é óbvio. Tentou desmerecer o assunto em questão, que, para Carlos Nelson, era algo pessoalíssimo, por mais que o salário estivesse sendo pago com recursos públicos. A pergunta era pertinente, porque naquela ocasião, Carlos Nelson preferiu abrir mão dos vencimentos como prefeito para receber a aposentadoria parlamentar. Em tese, abriu mão do salário menor.

A relação de Carlos Nelson com a imprensa nunca foi boa. Com O Impacto, particularmente, vivia às turras. Como ainda vive nos dias atuais. Em 2005, não havia transparência dos gastos públicos. Curioso é que anos mais tarde Carlos Nelson obteve o aval para receber os dois vencimentos, o salário de prefeito e a aposentadoria parlamentar. Recebeu todo o que não havia recebido desde 2005. Corrigido. Denúncia que a vereadora Márcia Róttoli de Oliveira Masotti tratou de levar para a Câmara.

Hoje, é perfeitamente possível saber quanto Carlos Nelson recebe de aposentadoria parlamentar. Porque as informações estão expressas no site da Câmara. Se estas informações estivessem dentro do conhecimento público à época, certamente Carlos Nelson não falaria tanta merda à equipe do jornal O Impacto, presente naquela entrevista. Uma coisa só eu garanto: a população saberia, independentemente do humor do alcaide, quanto era pago como aposentadoria parlamentar.

Como se sabe, o prefeito eleito receberá entre R$ 16 e R$ 17 mil/mensais. Não me recordo exatamente dos números. Não é pouca coisa. Em janeiro de 2005, quando O Impacto foi achincalhado pelo então prefeito, não sei precisar quanto era a aposentadoria parlamentar. Carlos Nelson nunca revelou. Mas em outubro de 2016, o vencimento pago ao prefeito eleito da cidade foi de R$ 15.362,17. Foram descontados R$ 1.118,96 de contribuições previdenciárias e R$ 2.471,79 de Imposto de Renda, perfazendo um salário líquido de R$ 11.771,42.

Para gozar da aposentadoria parlamentar, Carlos Nelson Bueno exerceu dois mandatos como deputado federal. De 1979 a 1983, de 1992 a 1995 e de 1995 a 1999. Em 2000, concorreu pela primeira vez para a Prefeitura de Mogi Mirim. Perdeu para Paulo Silva. Em 2002, concorreu para deputado estadual. Ficou na suplência. Em 2004, elegeu-se pela primeira vez como prefeito da cidade.

Compartilhar:
  • googleplus
  • linkedin
  • tumblr
  • rss
  • pinterest
  • mail

escrito por: admin

tem 0 comentários

Deixe um comentário

Quer expressar sua opinião?
Deixe uma resposta!