PESQUISAR 
Cidade
0

Débitos ainda de 2016 e falta de verbas fazem “Tarifa Social” ser suspensa por 90 dias

Débitos ainda de 2016 e falta de verbas fazem “Tarifa Social” ser suspensa por 90 dias

A Secretaria de Assistência Social divulgou na quinta-feira (2) a necessidade de suspensão da “Tarifa Social” pelo prazo de até 90 dias.

“É uma medida emergencial e necessária, pois podemos trabalhar de acordo com os recursos que temos disponíveis. Não podemos agir de maneira desregrada ou sem responsabilidade mediante a população”, explicou a secretária da Pasta, Leila Feracioli Iazzetta.

Ela ainda detalhou que decisão é devido a falta de recursos adicionada ao fato de que, para os meses ainda em débito do ano passado, não terem recursos empenhados.

Esse termo significa que, para cada gasto, o gestor deve deixar a quantia necessária em caixa para a quitação da conta. Quando isso não acontece, o artigo 42 da LRF é infringido.

A previsão é que no período de até três meses as contas sejam ajustadas e o programa social atenda à população. “Sabemos da importância da tarifa social para os munícipes, pois muitas vezes esse é o recurso utilizado para quem busca emprego, para ir até uma consulta médica, para acesso ao centro e realizar serviços em bancos, lojas”, acrescentou.

“Estamos atento a isso, mas precisamos também avaliar as nossas condições no momento”, destacou. A ação imediata é a adequação das contas públicas.

Compartilhar:
  • googleplus
  • linkedin
  • tumblr
  • rss
  • pinterest
  • mail

escrito por: Jornal O Impacto

tem 0 comentários

Deixe um comentário

Quer expressar sua opinião?
Deixe uma resposta!