PESQUISAR 
Blog do PHT
1

Direto ao Ponto: Osvaldo defende até “outro nome” do PSDB nas eleições

Direto ao Ponto: Osvaldo defende até “outro nome” do PSDB nas eleições

Por Paulo Henrique Tenorio

Na primeira sessão de Câmara do ano em Mogi Mirim, na noite desta segunda-feira (1), o vereador Osvaldo Quaglio (PSDB) ratificou sua pré-candidatura a prefeito, assim como elogiou sua colega de partido, a vereadora Maria Helena Scudeler de Barros, que também tenta a indicação da sigla para a corrida eleitoral deste ano.

Osvaldo declarou que mantém sua pré-candidatura, mas que, se for preterido, irá apoiar algum colega do PSDB, seja Maria Helena ou um “outro nome”. Osvaldo repetiu o termo “outro nome” por diversas vezes, inclusive citando que outros pré-candidatos a prefeito irão surgir dentro do partido – incluindo os que ainda não estão filiados. Mas, quem?

O discurso misterioso é um recado ao próprio PSDB, que não se define e abre o precedente para o surgimento de outros pré-candidatos – Carlos Nelson Bueno é o alvo, não resta a menor dúvida. Ao final de seu discurso, Osvaldo declarou que o PSDB precisa estar unido em um único nome para eleger o próximo prefeito. União que, convenhamos, faltou na eleição passada.

* * *

cinoê - foto SilveiraJr.

Cinoê Duzo não disfarçou o desconforto com a notícia publicada pelo IM44 de que o PSD abriu as portas para Carlos Nelson Bueno. Para a reportagem, diante do vice-presidente da executiva municipal do PSD, Danilo Zinetti, Cinoê lembrou que Guilherme Campos assegurou a candidatura majoritária do partido… e que este candidato é o próprio Cinoê. Porém, o convite do PSD para Carlos Nelson já havia sido feito no ano passado. E Carlos Nelson, sendo pré-candidato declarado, teria portas abertas em diversos partidos da cidade – incluindo o PSD.

* * *

camara.Ney.presidencia

Waldemar Marcúrio Filho, o Ney, tirou casquinha do PT, seu ex-partido, ao mencionar que todos os seus integrantes deveriam estar na cadeia – incluindo membros da executiva municipal. Parabenizou a democracia que existe dentro do PSDB, ao comparar com seu ex-partido. Ney foi expulso do PT. O outro vereador filiado à sigla, Luizinho Guarnieri, foi suspenso por flertar com outros partidos, como PSB e PSDB.

Compartilhar:
  • googleplus
  • linkedin
  • tumblr
  • rss
  • pinterest
  • mail

escrito por: admin