PESQUISAR 
Cidade
0

Escolas municipais não aderem ao Saresp

Escolas municipais não aderem ao Saresp

Por Gabriela Zacariotto

Nesta semana ocorreu em todo o estado o Saresp (Sistema de Avaliação de Rendimento Escolar de São Paulo). Em Mogi Mirim, apenas as escolas estaduais participaram da avaliação, já as escolas municipais não aderiram ao exame deste ano.

A secretária municipal de Educação, Márcia Róttoli de Oliveira Masotti, contou que pela primeira vez em muitos anos Mogi Mirim não participa do Saresp devido a exigências do governo estadual. Uma delas o pedido para que as cidades imprimissem as provas para a aplicação e que acompanhasse a realização do exame. Os pedidos seriam atendidos. Porém, o governo estadual determinou que os municípios arcassem com o custo de elaboração da prova. “Queriam que pagássemos a prova. Aí já é demais”, disse Márcia.

Ela explicou que sente por não participar da prova, mas avaliou que as exigências para a participação no exame não foram razoáveis. “Eu gosto de participar, o governo deveria ter bancado”, reclamou. Para ela, o exame traz dados importantes a respeito da qualidade da educação local, dando notas para a escola e até salas de aulas, estipulando metas a serem alcançadas.

O prejuízo é amenizado pelo fato de que a cidade participar da Prova Brasil, que será aplicada até segunda-feira, 30.

A dirigente de ensino de Mogi Mirim, Elin de Freitas Monte Claro Vasconcellos, explicou que até o ano passado, a Secretaria de Educação do Estado de São Paulo custeava todos os valores referentes ao Saresp. Contudo, neste ano, as Prefeituras deveriam pagar à Vunesp (Fundação para o Vestibular da Unesp) para que as provas fossem encaminhadas para as cidade. Ela não detalhou os motivos da mudança de postura.

Compartilhar:
  • googleplus
  • linkedin
  • tumblr
  • rss
  • pinterest
  • mail

escrito por: Jornal O Impacto.Com

tem 0 comentários

Deixe um comentário

Quer expressar sua opinião?
Deixe uma resposta!