PESQUISAR 
Esporte Amador
0

Ivan Albano: Superação, título e vaga no Mundial

Ivan Albano: Superação, título e vaga no Mundial

Por Lucas Valério

O Ironman é um dos maiores desafios para os esportistas do Mundo. Composto por três esportes (natação, ciclismo e corrida), costuma impor aos competidores condições quase subumanas. Para ser um ‘Homem de Ferro’ é necessária uma série de regras e claro, muito treino. Mesmo para aqueles que já alcançaram o ápice nesta modalidade, três anos longe de provas deste nível significa uma distância que vai além das altas quilometragens do percurso. Em seu 27º Ironman, o mogimiriano Ivan Albano estava neste patamar. Colecionador de títulos, mas, sem o mesmo ritmo de anos atrás.

Assim, uma das tantas regras para um ‘Ironman’ foi extraída ao máximo: a superação. No domingo, 8, Albano representou Mogi Mirim no Ironman de Fortaleza, uma das principais provas do calendário e que oferecia 50 vagas para o Mundial do Havaí, em 2016. Entre os mais de 600 atletas de 25 países, Albano talvez fosse um dos que menos tempo teve para treinar. Foram apenas quatro semanas. Mal planejamento? Que nada.

“A oportunidade de estar nesta prova surgiu após um acidente sofrido por um aluno. Isos impossibilitou ele de estar em Fortaleza e para não perder a inscrição, ela foi transferida para mim”. Mesmo com as adversidades o atleta elevou o nome da cidade aos primeiros postos. O mogimiriano foi o vencedor na categoria que integrava atletas com idade entre 40 e 44 anos e o sétimo colocado na classificação absoluta.

A PROVA – Às 6h00, sob um chuva fina e o tempo nublado, Albano completou os 3,8 quilômetros de natação em 59min03seg. Esta foi a primeira vez que o atleta nadou no novo percurso da prova, que teve a largada fora da água e foi composta por seis pernas. “O mar estava um pouco mexido e batido, o que dificultou a navegação”, observou o triatleta. Da água para a bike. No ciclismo, Albano fechou como o segundo colocado no geral e a apenas nove segundos do líder. Os 180 quilômetros de pedaladas foram cumpridos em 4h55min04. “Iniciei a parte de ciclismo bastante controlado, pois sabia que esta parte seria muito dura devido aos fortes ventos, além da umidade e temperatura alta”.

Nesse momento o calor era escaldante. Albano chegou a liderar o Ironman Fortaleza por um bom tempo, mas, a falta de treinos específicos impediu um resultado ainda melhor. A maratona, com 42 quilômetros, foi concluída em 3h36min15seg e após nadar, pedalar e correr, o tempo oficial do triatleta foi de 9h35min06seg. “Fiquei muito feliz e satisfeito com meu resultado já que meu foco maior no momento é minha assessoria esportiva na Albano Treinamento Esportivo. Fui a esse Ironman com intuito, em primeiro lugar, de me divertir. Me sagrei campeão da difícil categoria de 40/44 anos e fui sétimo colocado entre mais de 600 atletas.

IMG-20151111-WA0011Foco agora é no Hawaii

O retorno às provas de Ironman satisfizeram Ivan Albano por um momento. Horas após brilhar em Fortaleza, o atleta já pensa em representar com desenvoltura a cidade e o país na final do Caampeonato Mundial Ironman do Hawaii, que acontece em 2016. Líder na 40/44 anos, Albano conquistou uma das oito vagas disponíveis na categoria. Esta será a sexta participação do mogimiriano em um Mundial no Hawaii. “Agora é treinar para representar Mogi Mirim e principalmente o Brasil da melhor forma possível no Campeonato Mundial. Conto com a torcida e o apoio de todos”. Entre as séries de regras para um bom ‘Ironman’, uma que não está na cartilha individual, mas que é primordial é justamente o apoio.

Logo após o resultado obtido em Fortaleza, o triatleta já tem recebido a colaboração de alguns alunos da Albano Treinamento Esportivo. “Eles estão me ajudando de alguma forma financeiramente a pagar a inscrição para o Mundial”, admitiu o atleta. Albano ainda conta com apoio da MR Consultoria em Investimentos Imobiliários e da Ótica Líder. “Sem eles não teria ido ao 27º Ironman da minha vida”.

LARISSA – A mogimiriana Larissa Seregen também representou a cidade no Ironman Fortaleza. A atleta concluiu a prova em 12h42min02seg. Ela percorreu os 3,8 quilômetros da natação em 1h07min05seg, fez o percurso de 180 quilômetros de bicicleta em 6h39min21seg e em 4h50min02seg fechou a maratona. Larissa terminou o Ironman como a quarta colocada na categoria 25/29 anos e foi a 278ª colocada no geral.

Compartilhar:
  • googleplus
  • linkedin
  • tumblr
  • rss
  • pinterest
  • mail

escrito por: Jornal O Impacto.Com

tem 0 comentários

Deixe um comentário

Quer expressar sua opinião?
Deixe uma resposta!